Matérias
Meio Ambiente

Cidades responsáveis por desmatamento da Amazônia aderem a programa de preservação

Iniciativa do Governo Federal destina R$ 730 milhões para reduzir desmatamento na região

Escrito por
Redação
April 09, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Foto: Ricardo Stuckert / Presidência da República

Municípios responsáveis por 59% do desmatamento na região amazônica aderiram ao programa “União com Municípios pela Redução do Desmatamento e Incêndios Florestais”, lançado pelo Governo Federal, que destina R$ 730 milhões para reduzir o desmatamento na Amazônia.

Leia Também

A proposta é que os recursos sejam usados para criar e fortalecer estruturas de controle e combate à destruição da floresta, regularização fundiária e apoio à agricultura familiar. Os municípios também devem implementar escritórios de governança e criar brigadas de combate a incêndios.

Para aderir ao programa, os municípios precisam cumprir diretrizes do Ppcdam (Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal), criado em 2004 e reativado no governo Lula. A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, destacou a importância de incentivar ações de preservação e atividades produtivas sustentáveis.

Até o momento, 53 dos 70 municípios prioritários já aderiram ao programa. O restante tem até o final de abril para entrar. Dos R$ 730 milhões, R$ 600 milhões serão destinados via Fundo Amazônia e o restante pelo Floresta+.

Os alertas de desmatamento na Amazônia tiveram redução de 41,7% no primeiro trimestre de 2024, segundo o sistema Deter, do Inpe. No cerrado, por outro lado, o índice cresceu 2% no mesmo período, alcançando o maior patamar da série histórica.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas