Matérias
Meio Ambiente

Apreensões de madeira no Amazonas aumentam 900%

As espécies mais encontradas nas abordagens incluem maçaranduba, angelim-vermelho e itaúba

Escrito por
Redação
February 07, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

O Amazonas lidera o ranking dos estados com os maiores índices de apreensões de madeira em 2023, em comparação ao ano anterior, com um aumento de 900%, de acordo com levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Essas apreensões ocorreram durante fiscalizações de rotina e em operações conjuntas realizadas pela PRF em parceria com órgãos como o Ibama.

"A madeira é explorada primeiro e quando a vegetação perde aquele valor comercial para a cadeia produtiva [da madeira]. Então, em seguida, pode ocorrer o desmatamento da área. Ou seja, impedir o transporte ilegal de madeira é importante para a conservação da floresta como um todo e da biodiversidade desses lugares", explicou o superintendente do Ibama no Amazonas, Joel Araújo.

Entre as rodovias que registraram o maior número de apreensões estão a BR-364, BR-316, BR-174 e BR-319. Em 2022 foram apreendidos 912 m³, enquanto no ano passado foram 9.201,06 m³. As espécies mais encontradas nas abordagens incluem maçaranduba, angelim-vermelho e itaúba, algumas com alto valor agregado no mercado de fabricação de móveis.

"O Amazonas tem poucas rodovias, que acabam desembocando na rodovia federal para poder fazer esse fluxo. Então, sempre teve essa visão diferenciada, uma visão estratégica para realizar a fiscalização dos produtos florestais na rodovia federal. E isso acaba por implicar num aumento significativo das apreensões nos últimos anos, sobretudo porque houve o aumento também da capacitação do efetivo que atua nesse eixo", explicou o policial rodoviário federal Antônio Barbosa.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas