Matérias
Mundo

Sobe para 131 o número de mortos após terremoto em Gansu, na China

As equipes de resgate enfrentam temperaturas de -16°C enquanto buscam sobreviventes nos escombros

Escrito por
Thiago Freire
December 20, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Um terremoto de magnitude 6.2 atingiu a região de Gansu, na China, à meia-noite de segunda-feira (18), resultando em pelo menos 131 mortes e centenas de feridos. As equipes de resgate enfrentam condições adversas, incluindo temperaturas de -16°C, enquanto lutam contra o tempo para encontrar sobreviventes nos escombros de prédios desabados.

Autoridades chinesas divulgaram um novo balanço do tremor no condado de Jishishan, perto da fronteira das províncias de Gansu e Qinghai. O número oficial de mortos subiu para 131 em Gansu, com mais 18 mortes registradas em Qinghai. O total de feridos chega a 980, sendo 782 em Gansu e o restante em Qinghai.

Os sobreviventes do terremoto foram alojados em abrigos temporários em Jishishan, na província de Gansu, onde mais de 150 mil casas ficaram danificadas ou destruídas. Muitos expressam ansiedade e receio de voltar para casa, preferindo se concentrar em volta de fogueiras em espaços abertos.

Devido às baixas temperaturas, as equipes de resgate enfrentam desafios significativos. A área registra -16°C, o que ameaça a sobrevivência das pessoas presas nos escombros. Cerca de 1.500 bombeiros, 1.500 policiais, mil soldados do Exército de Libertação Popular e aproximadamente 400 médicos estão envolvidos nos esforços de resgate.

O terremoto também desencadeou abalos secundários e deslizamentos de terra, danificando linhas de distribuição de energia e outras infraestruturas locais. O Ministério chinês da Gestão de Emergências declarou o nível II de resposta à catástrofe, alocando 200 milhões de yuan (25 milhões de euros) para os esforços de socorro e recuperação.

No items found.