Matérias
Brasil

PF nega que delações tenham sido aceitas no caso Marielle Franco

A PF alerta que divulgações que não condizem com a realidade comprometem o trabalho investigativo

Escrito por
Thiago Freire
January 24, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A Polícia Federal (PF) divulgou uma nota na noite de terça-feira (23) esclarecendo informações sobre as investigações do caso Marielle Franco e Anderson Gomes. Segundo a PF, até o momento, apenas uma delação premiada foi homologada no caso, referente ao ex-policial militar Élcio de Queiroz, que dirigia o carro usado no crime.

A PF trabalha em parceria com o Ministério Público, seguindo critérios técnicos e mantendo o sigilo necessário nas diligências realizadas ao longo dos últimos onze meses. A instituição alerta que divulgações que não condizem com a realidade podem comprometer o trabalho investigativo e expor cidadãos.

A manifestação da PF surge em resposta a publicações que afirmam que Ronnie Lessa, outro ex-policial militar, teria aceitado um acordo de delação premiada com a PF, fornecendo informações sobre o mandante do crime. No entanto, a PF não confirma essas informações e destaca que as investigações seguem em sigilo, sem data prevista para seu encerramento.

A viúva de Marielle, a vereadora Mônica Benício, também se manifestou, criticando matérias irresponsáveis da imprensa e ressaltando a importância do papel democrático da imprensa no andamento das investigações. Ela destaca que a imprensa terá um papel crucial na elucidação e penalização dos envolvidos, tanto executores quanto mandantes.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas