Matérias
Mundo

Onda de protestos na Alemanha levam milhares às ruas contra a ultradireita

Grandes protestos em Hamburgo, Düsseldorf e outras cidades destacam resistência à AfD

Escrito por
Thiago Freire
January 29, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Pelo terceiro fim de semana consecutivo, a Alemanha testemunha dezenas de milhares de cidadãos nas ruas, protestando contra a ultradireita. No sábado (29), pelo menos 30 cidades foram palco de manifestações, com destaque para Düsseldorf, onde aproximadamente 100 mil pessoas se reuniram, e Hamburgo, com um protesto que, segundo a polícia, reuniu 60 mil participantes (organizadores falam em 100 mil).

O maior protesto deste domingo (28) ocorreu em Hamburgo, convocado por uma aliança ligada ao movimento Fridays for Future, sob o lema "Pela diversidade e pela nossa democracia - Hamburgo está unido contra a AfD". Ativistas como Luisa Neubauer, conhecida por sua atuação na defesa do clima, participaram do evento.

Essa onda de manifestações foi desencadeada após a revelação de uma reunião em Potsdam, onde membros da ultradireita AfD se encontraram com neonazistas para discutir um plano de deportação em massa de imigrantes e "cidadãos não assimilados". A notícia chocou o país, levando a uma resposta expressiva nas ruas.

Além de Hamburgo e Düsseldorf, cidades como Schleswig, Nortorf, Neumünster, Boppard, Gerolstein, Ahrweiler, Schongau, Bad Tölz, Ebersberg, Bremerhaven, Rangsdorf, Hoyerswerda, Finsterwalde, Demmin, Neustrelitz e outras testemunharam manifestações significativas.

No sábado, o chanceler federal alemão, Olaf Scholz, elogiou os protestos em um vídeo sobre o Dia em Memória das Vítimas do Holocausto, destacando a importância da vigilância contra a ascensão da extrema direita.

A resistência nas ruas reflete a indignação generalizada diante das revelações e ocorre num momento em que a AfD está ganhando apoio nas pesquisas. A Alemanha se mantém unida na defesa da democracia, respeito e humanidade, reafirmando o compromisso de nunca esquecer os horrores do nazismo.

No items found.