Matérias
Brasil

Ministra da Igualdade Racial se pronuncia sobre caso de racismo no Santos Dumont

Cantora Luciane Dom relata constrangimento em revista no aeroporto do Rio; Ministra Anielle Franco afirma que a pasta acompanhará o caso

Escrito por
Thiago Freire
December 15, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, declarou que a pasta estará atenta ao caso de racismo ocorrido no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, contra a cantora Luciane Dom. A artista, após passar pelos scanners de bagagem e corporal, foi selecionada para uma vistoria aleatória que incluiu a revista de seu cabelo, conforme relatado em suas redes sociais.

"Lamento o ocorrido com a Luciane Dom no aeroporto Santos Dumont, no Rio. Infelizmente, casos como esses não são pontuais. Nosso corpo e nosso cabelo precisam ser respeitados. A equipe do Ministério da Igualdade Racial já está se mobilizando para entender e acompanhar o caso", afirmou a ministra.

Luciane descreveu o constrangimento e o impacto emocional da situação, ocorrida momentos antes de embarcar para São Paulo, onde tinha compromissos profissionais. Em seu depoimento, a cantora destacou a violência do ato e o impacto em seu dia.

Em resposta, a Infraero, responsável pelo aeroporto, afirmou que Luciane Dom foi selecionada aleatoriamente para uma inspeção manual, negando a revista nos cabelos após averiguação interna com base em imagens de câmeras de segurança.

A estatal reforçou que o procedimento é aleatório e independente de características do passageiro, e repudiou qualquer forma de discriminação, colocando-se à disposição das autoridades para esclarecimentos.

No items found.