Matérias
Esporte

Fifa defende derrota automática em casos de racismo

O presidente da entidade controladora do futebol pediu medidas mais duras para os casos de racismo

Escrito por
Lucas Albarado
January 21, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Após o goleiro do Milan, Mike Maignan, ser vítima de racismo em uma partida contra a Udinese, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, recomendou que uma nova regra seja criada para as partidas, a derrota automática em caso de falas racistas contra o adversário. 

Maigan denunciou as ofensas sofridas e o árbitro da partida paralisou o jogo por cinco minutos. Os jogadores do Milan chegaram a sair do campo como forma de protesto, mas retornaram para terminar o jogo. 

“Temos que implementar a derrota automática para o time cujos torcedores cometeram racismo e causaram abandono da partida, bem como proibições mundiais de estádios, e acusações criminais para racistas” , recomendou. 

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas