Matérias
Mundo

Extrema-direita promete queimar imigrantes em Portugal

Nos chamados para a manifestação, participantes são orientados a levarem chicotes, tochas e parafina

Escrito por
Thiago Freire
January 24, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Grupos de extrema-direita em Portugal estão promovendo uma manifestação para o próximo dia 3 de fevereiro, ameaçando realizar ataques xenófobos contra imigrantes, principalmente aqueles de origem islâmica, indiana, paquistanesa, nepalesa e de Bangladesh. A convocação para o ato, realizada pelas redes sociais, revela a intenção dos neonazistas de disseminar ódio e intolerância, com apelos à violência contra comunidades estrangeiras que residem no bairro de Martim Moniz e na Rua do Benformoso, em Lisboa.

Nos chamados para a manifestação, os extremistas incitam defensores da "limpeza étnica" em Portugal e em toda a Europa a participarem do evento, orientando-os a levarem chicotes, tochas e parafina. 

Em voto de repúdio contra o ato, a Câmara Municipal de Lisboa manifestou publicamente a sua condenação a qualquer manifestação de caráter violento, racista ou xenófobo na cidade. O documento destaca o compromisso da capital com a interculturalidade e a defesa de uma Lisboa aberta, sem muros nem ameias.

A Câmara anunciou ainda que irá articular com o Ministério da Administração Interna e a Polícia de Segurança Pública (PSP) para garantir a legalidade e a proteção de todas as pessoas que vivem e trabalham em Lisboa.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas