Matérias
Mundo

Escândalo de fraude financeira desencadeia renúncias no governo japonês

O caso abala a estabilidade política que o LDP mantinha no governo desde 1955

Escrito por
Thiago Freire
December 15, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

O cenário político japonês enfrenta uma reviravolta significativa nesta quinta-feira (14) com a renúncia de quatro ministros do governo, incluindo o secretário-geral e porta-voz, Hirokazu Matsuno. A decisão ocorre após o primeiro-ministro Fumio Kishida anunciar a intenção de enfrentar um escândalo de fraude financeira que atinge o Partido Liberal Democrata (LDP), que ele lidera, conforme noticiado pela imprensa local.

O braço direito de Kishida, Hirokazu Matsuno, confirmou sua demissão ao afirmar: "Apresentei a minha demissão ao primeiro-ministro", referindo-se às suspeitas que pairam sobre ele no contexto do escândalo.

Além de Matsuno, outros ministros que apresentaram pedidos de demissão incluem Yasutoshi Nishimura, ministro da Economia, Comércio e Indústria, Junji Suzuki, ministro da Administração Interna, e Ichiro Miyashita, ministro da Agricultura. Cinco vice-ministros e outros funcionários também seguiram o exemplo, em meio às crescentes investigações sobre suspeitas de fraude que envolvem membros do LDP.

"A desconfiança do público está centrada nos fundos políticos, o que leva à desconfiança em relação ao governo. Como está ocorrendo uma investigação, achei que devia esclarecer as coisas", justificou Yasutoshi Nishimura aos jornalistas.

Os procuradores japoneses concentram suas investigações em dezenas de membros do LDP, acusados de não declarar milhões de euros arrecadados por meio da venda de bilhetes para eventos de angariação de fundos, supostamente pagos pelo próprio partido.

A maior fação interna do partido, liderada pelo falecido ex-primeiro-ministro Shinzo Abe, é especialmente visada, com alegações de que teriam recebido cerca de 500 milhões de ienes (aproximadamente 3,2 milhões de euros) ao longo de cinco anos, até 2022. O escândalo abala a estabilidade política que o LDP mantinha no governo japonês desde 1955.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas