Matérias
Brasil

Condições precárias de rodovias no Brasil levam a desperdício de 1,139 bilhão de Litros de Diesel em 2023

A Pesquisa CNT de Rodovias 2023 revela que 67,5% das rodovias brasileiras estão classificadas como regulares, ruins ou péssimas

Escrito por
Thiago Freire
December 20, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A Pesquisa CNT de Rodovias 2023, conduzida pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), revela que 67,5% das rodovias brasileiras estão classificadas como regulares (41,4%), ruins (20,3%) ou péssimas (5,8%). Esse cenário tem impactos significativos, resultando em um desperdício estimado de 1,139 bilhão de litros de diesel ao longo de 2023.

O esforço adicional que os caminhões precisam empregar para transitar por rodovias em condições precárias contribui para o consumo desnecessário desse combustível fóssil. Ambientalmente, essa situação resultará na emissão adicional de 3,01 milhões de toneladas de gases poluentes na atmosfera (MtCO2e).

Além do impacto ambiental, as más condições das rodovias afetam o setor de transporte de carga, influenciando diretamente o preço do frete. Esse aumento nos custos de transporte se reflete nos produtos finais, impactando o consumidor.

Os percentuais apresentados indicam uma relativa piora no "Estado Geral" da malha rodoviária em comparação com o ano anterior. Em 2022, 66% das rodovias eram classificadas como regulares, ruins ou péssimas, enquanto 34% eram consideradas ótimas ou boas.

A Pesquisa CNT de Rodovias analisou 111.502 quilômetros de rodovias pavimentadas em 2023, incluindo 67.659 quilômetros da malha federal (BRs) e 43.843 quilômetros dos principais trechos estaduais. A classificação do "Estado Geral" considera pavimento, sinalização e geometria da via. Em 2023, as avaliações para essas características foram, respectivamente: 56,8%, 63,4% e 66%.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas