Matérias
Esporte

Amazonas FC é campeão do 1º turno do Barezão

Além da chuva que não parou, o destaque da noite foi o lateral Fabiano, melhor da partida

Escrito por
Lucas Albarado
February 26, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

O Amazonas FC é o campeão do primeiro turno do Campeonato Amazonense de 2024. A conquista garantiu um calendário nacional para o próximo ano, além da Taça. O São Raimundo foi derrotado por 2×0 e voltou seus esforços para o segundo turno. 

Em uma noite de muita chuva na Arena da Amazônia, 7.714 torcedores estiveram presentes para ver a final do primeiro turno do Barezão. Levantar a taça também serviu para lavar a alma do torcedor aurinegro, que protestou nos primeiros jogos, pelo começo sem vitórias na competição.

Logo aos seis minutos a Onça saiu na frente, quando o zagueiro Jonathan, camisa 4 do Tufão, fez uma lambança e chutou em cima de William Barbio. A bola desviou e voltou para o gol do São Raimundo. 

Leia Também

Mesmo atrás do placar, o time de Sérgio Duarte não se deixou abater e fez boas jogadas. O professor ficou inquieto durante a partida e a todo momento gritava, se movimentava e tentava acertar algumas jogadas da equipe. 

A equipe aurinegra queria jogo e buscava ampliar a todo momento, e Fabiano foi o destaque da noite. Parte da defesa do time, ele jogou de lateral e as jogadas mais agudas da equipe passaram por ele durante bom tempo da partida, sempre em velocidade e construindo chances significativas. 

E de tanto bater, o time de Luizinho Vieira encontrou o caminho do gol novamente. Em um escanteio cobrado por Diego Torres, Fabiano subiu sozinho, em nova falha do defensor Jonathan, e colocou a bola para dormir no canto direito do goleiro Douglas. 

Na segunda etapa a Onça continuava insistindo, e a entrada de Ezequiel deu novo gás. Sempre em jogadas de velocidade, ele deu a melhor chance do segundo tempo, mas Ênio desperdiçou um passe cirúrgico feito por Ezequiel, e o placar do jogo não foi mais alterado.  

Mesmo com a derrota, a torcida do Alviceleste da Colina deu um show, e não parou de cantar nem depois do apito final da partida. O Tufão resgatou as esperanças de sua torcida para um futuro melhor na competição, e sonha em levantar novamente a taça mais cobiçada do Estado, que não volta para a Colina desde 2006. 

Ao fim da partida, o técnico Luizinho Vieira ressaltou a importância do crescimento do futebol no Estado e da arbitragem:

“O crescimento inevitável do futebol é bom para todo mundo. A arbitragem não se contesta, a qualidade e capacidade. Mas prefiro um árbitro nosso pra auxiliar, quem sabe com o VAR. Se acontecer algum erro, corrigir. Se o Amazonas cresce, a arbitragem tem que crescer também” 

O professor deixou claro que não era uma crítica a Federação, mas que é importante elevar o trabalho de arbitragem no Estado, para que não seja necessário deslocar árbitros de outros estados para apitar finais do Amazonense. 

Uma das peças principais do triunfo, Fabiano também levou o prêmio de ‘Caboco do Jogo’ para casa:

“Feliz pelo desempenho. Tenho trabalhado muito, me dedicado bastante. Graças a Deus o trabalho está sendo feito e tendo resultados”. 

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas