Matérias
Esporte

Adicional noturno para jogadores de futebol passa a valer em 2023

Os jogadores que atuarem em partidas que iniciem entre 23h59 e 6h59, poderão solicitar o adicional noturno de 20% por hora de trabalho

Escrito por
Lucas Albarado
August 22, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Os jogadores de futebol podem pleitear um adicional noturno, após aprovação dessa mudança na Lei Geral do Esporte, sancionada em 14 de junho deste ano. A medida é chancelada por estudos que indicam que trabalhar a noite é prejudicial à saúde, o que já é aplicada em outras profissões. 

Trabalhadores do 3º turno do Polo Industrial de Manaus (PIM), por exemplo, recebem um valor extra no salário como forma de compensação. 

Apesar do adicional ser um direito garantido pela Constituição Federal e Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a Lei Geral do Esporte (LGE) define suas próprias regras de trabalho profissional do futebol, o que justifica a demora dessa inclusão. 

Realidade orçamentária

A mudança que beneficia os atletas está preocupando os dirigentes dos clubes do país, já que mexe no orçamento que foi programado para o ano. 

É importante lembrar que a glamourização do futebol, o sonho de fazer riqueza dentro do esporte, se concretiza em pouquíssimos clubes do país, pois a realidade da maioria dos jogadores profissionais é de muita luta para pagar as contas. 

Atualmente, o Brasil conta com 850 clubes profissionais, divididos nas quatro séries do Brasileirão e nas divisões estaduais. 

Cerca de 10.694 jogadores profissionais atuam no país. Hoje, a média salarial é de R$4.363 por mês, esse é o futebol que não é lembrado. 

Se em 2023 o sonho de ganhar rios de dinheiro e mudar de vida, por meio do futebol, ainda é distante para 55% dos atletas profissionais, era pior em 2021, quando a média era de R$1.100. 

Apresentando essas informações, você consegue entender o porquê da preocupação dos diretores de futebol, que terão o orçamento abalado a partir de agora. 

O adicional noturno é uma vitória, e não deve ser encarada como uma regalia a pesar nos cofres das instituições, mas sabemos que a realidade vai forçar os times a enxugarem o elenco, para manter a folha salarial em dia. 

Diferenças 

Mesmo com a inclusão, como a LGE tem autonomia para definir suas próprias regras, o adicional noturno será pago apenas a partir do horário de 23h59 e indo até às 6h59 do próximo, diferente da CLT que prevê o adicional das 22h às 5h. 

O adicional será de 20% do salário por hora trabalhada. A hora de trabalho noturna não é contada em 60 minutos, e sim 52 minutos e 30 segundos.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas