Matérias

Marcha contra a intolerância religiosa e preservação da Amazônia marcará o evento na Praia da Ponta Negra

Escrito por
Thiago Freire
December 04, 2023
Leia em
X
min

Na próxima sexta-feira (08), a partir das 15h, a Praia da Ponta Negra, zona oeste de Manaus, será palco do 8º Festival Cultural Balaio da Oxum, uma tradição enraizada nas religiões de matrizes africanas. A festividade, organizada por Mãe Flor de Nave, homenageia Oxum, a rainha da água doce, dona dos rios e cachoeiras, cultuada no candomblé e umbanda.

Este ano, o festival terá uma marcha com um propósito significativo: combater a intolerância religiosa e promover a preservação dos rios e florestas amazônicas. A manifestação, com concentração às 15h e início da marcha às 16h, unirá o povo do axé e simpatizantes em defesa da biodiversidade, das vidas indígenas, do povo negro e dos povos da floresta.

Após a marcha, está previsto um Xirê, uma festa aos orixás por cânticos, para saudar Oxum e demais divindades. Além disso, o evento contará com apresentações de artistas regionais, reforçando a importância da cultura local.

Oxum, representada como a segunda esposa de Xangô, é símbolo de sabedoria e poder feminino. Na cultura africana, ela é a deusa do ouro e do jogo de búzios, sendo cultuada principalmente no rio Oxum, localizado no Sudoeste da Nigéria. O arquétipo de Oxum é o de uma mulher graciosa e elegante, associada a joias, perfumes e roupas, carregando um espelho em mãos.

Ao celebrar Oxum, o 8º Festival Balaio da Oxum não apenas preserva tradições culturais, mas também se torna um espaço de resistência, promovendo a conscientização sobre questões cruciais, como a preservação ambiental e o respeito à diversidade religiosa.

No items found.
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado