Matérias

O mineiro de 87 anos é laureado pelo conjunto de sua obra literária, consagrando-se com o Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa

Escrito por
Thiago Freire
November 15, 2023
Leia em
X
min

O renomado escritor mineiro Silviano Santiago, aos 87 anos, foi laureado com o Prêmio Camões de Literatura, considerado o mais importante da língua portuguesa. A cerimônia de entrega aconteceu no centenário prédio da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (14).

Santiago, conhecido por sua vasta produção literária que abrange poesia, contos, romances e ensaios, expressou sua alegria ao receber a distinção: "Receber um prêmio da altitude do Camões traz uma enorme alegria porque é o trabalho de uma vida inteira, feito em uma geografia muito variada, Brasil, França, Estados Unidos, Alemanha. Eu, que sou a favor da filosofia das diferenças, de repente me unifiquei com esse prêmio. Foi um júbilo."

Criado em 1988, o Prêmio Camões homenageia autores de língua portuguesa que, pelo conjunto de suas obras, contribuíram para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua. Além do reconhecimento, o vencedor recebe um prêmio de 100 mil euros, dividido igualmente entre a Biblioteca Nacional do Brasil e o governo português.

Silviano Santiago, cinco vezes vencedor do Prêmio Jabuti, é doutor em letras pela Sorbonne (Paris) e já lecionou em universidades americanas, na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e na Universidade Federal Fluminense. Com cerca de 30 livros publicados, sua contribuição à literatura brasileira é vasta e internacionalmente reconhecida.

Além de ser uma celebração de sua carreira literária, Santiago enxerga o prêmio como um estímulo para a criação e publicação de novas obras. Atualmente, o escritor dedica-se a um ensaio sobre Machado de Assis e Marcel Proust, revelando seu compromisso contínuo com a produção literária.

A entrega do Prêmio Camões a Silviano Santiago reforça a importância da língua portuguesa e da literatura brasileira no cenário internacional. O evento contou com a presença da ministra da Cultura, Margareth Menezes, e do embaixador português no Brasil, Luís Faro Ramos, reforçando os laços culturais entre os países lusófonos.

No items found.
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado
Matérias relacionadas
Nenhum item encontrado