Matérias
Segurança

São Paulo: homem é morto por sniper após fazer esposa refém

A mulher foi socorrida sem ferimentos visíveis

Escrito por
Thiago Freire
December 11, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A manhã de domingo (10) em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, foi marcada por uma tragédia envolvendo violência doméstica. Andre Luiz Alves Pedrosa, de 45 anos, foi morto por um sniper da polícia ao fazer a esposa refém com uma faca na Rua Mateus Grou.

Dois tiros foram disparados, atingindo Pedrosa no peito, e ele não resistiu aos ferimentos. A esposa, por outro lado, foi socorrida sem ferimentos visíveis. O filho do casal estava presente, mas conseguiu sair do apartamento e ficou sob cuidados dos vizinhos até a chegada da polícia.

Moradores relataram ter ouvido gritos e pedidos de socorro por volta das 08h30 da manhã. Testemunhas observaram a esposa pedindo ajuda na varanda, sendo puxada de volta pelo agressor. A situação envolveu intensa negociação por parte do Grupo de Ações Táticas da Polícia Militar (Gate) durante aproximadamente 40 minutos.

O caso foi registrado no 14º Distrito Policial como violência doméstica e morte decorrente de intervenção policial. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) encaminhou a investigação para o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Enquanto a tragédia se desenrolava em Pinheiros, cerca de 3 mil pessoas participavam da 6ª Caminhada Pelo Fim da Violência Contra Meninas e Mulheres na Avenida Paulista, na região central de São Paulo. O evento, que contou com a presença de diversas instituições da sociedade civil, entidades e coletivos, destacou a urgência em combater a violência contra mulheres e promover a conscientização na sociedade.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas