Matérias
Saúde e Bem Estar

Pacientes protestam por falta de pagamento a servidores do Tropical

Os paciente também pedem melhorias na estrutura de atendimento, e denunciam falta de insumos

Escrito por
Lucas Albarado
January 29, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Nesta segunda (29), pacientes da Fundação de Medicina Tropical (FMT) realizaram uma manifestação em frente ao local, no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus, pedindo que o pagamento para os servidores da saúde seja feito, além de pedirem melhores condições e insumos para os tratamentos. 

Uma das integrantes do Fórum Amazonas de IST, HIV/Aids, hepatites virais e tuberculose, que vamos deixar anônima por segurança, conversou com o Diário da Capital e denunciou diversos problemas que acontecem dentro da FMT. 

“Falta de raio-x, tomografia e ultrassom, que são equipamentos essenciais para o diagnóstico de tratamento. Tudo isso traz prejuízos criminosos à vida, não só de pessoas que  vivem com HIV/Aids, mas de outros pacientes com doenças tropicais e mordidas de animais peçonhentos”, afirmou. 

Os funcionários não recebem há quatro meses, e o Amazonas vive uma crise de saúde pública. A denúncia apresenta falta de papel higiênico, seringa, fraldas descartáveis, soro fisiológico e muitos outros itens básicos.

SECRETARIA DE SAÚDE

Uma funcionária terceirizada da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), que não quis identificar-se, falou com exclusividade ao Diário da Capital, e reforçou a situação desrespeitosa que os funcionários vivem, sem nem mesmo receber vale transporte para ir trabalhar. 

“Eles falam que não vão descontar as faltas, mas elas estão anotadas em nossa presença. Vamos ver se realmente vão cumprir o que falaram. Fora isso, o material de limpeza para trabalhar? Sem!”, disse.

O Diário da Capital solicitou resposta da SES, mas, até o fechamento desta matéria, não obteve retorno. 

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas