Matérias
Ciência e Tecnologia

OpenAI: Após demissão de CEO, funcionários ameaçam deixar empresa

Após a demissão do CEO Sam Altman, cerca de 500 funcionários assinam carta pedindo renúncia do conselho, ameaçando se demitir para trabalhar na Microsoft

Escrito por
Thiago Freire
November 21, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

O momento na OpenAI, renomada empresa de inteligência artificial responsável pelo ChatGPT, está longe de ser tranquilo. Após a abrupta saída do CEO Sam Altman, demitido pelo conselho diretor na última sexta-feira (17), a instabilidade se intensifica com a possibilidade de mais membros-chave deixarem a companhia em breve.

Segundo relatos do site Wired, aproximadamente 500 funcionários assinaram uma carta exigindo a renúncia dos membros do conselho, alegando que as recentes ações evidenciam a incapacidade destes em supervisionar efetivamente a OpenAI. O movimento culmina em uma ameaça conjunta de demissão, com a promessa de migrar para a Microsoft, principal parceira comercial da OpenAI, que recentemente contratou Altman para liderar uma equipe dedicada à inteligência artificial.

A carta, compartilhada pela renomada jornalista Kara Swisher, destaca a falta de competência, julgamento e cuidado do conselho com a missão e os funcionários da empresa, alegando que tais falhas colocam em risco o futuro da OpenAI.

A reviravolta na empresa inclui a demanda por dois novos diretores independentes, mencionando até mesmo candidatos específicos, além de solicitar a recontratação de Altman e Brockman, mesmo que esta última pareça improvável.

A demissão surpresa do cofundador e ex-CEO Sam Altman, acusado de falta de consistência em suas comunicações, gerou desconcerto no mercado. O grupo de funcionários também critica a rápida troca de CEOs interinos em menos de três dias e a saída de Greg Brockman da presidência do conselho, resultando em sua renúncia e posterior contratação pela Microsoft.

A lista de signatários da carta inclui nomes de peso, como Ilya Sutskever, principal cientista da OpenAI, e Mira Murati, chefe de tecnologia substituída por Emmett Shear como CEO interina após a reestruturação.

Até o momento, a Microsoft não se manifestou sobre a possível integração dos funcionários da OpenAI em sua nova subsidiária liderada por Altman. O futuro da dona do ChatGPT permanece incerto, deixando o setor de inteligência artificial em expectativa.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas