Matérias
Mundo

Estivadores de Barcelona se recusam a transportar armas para Israel e Ucrânia

Sindicato de Estivadores de Barcelona interrompe o transporte de carregamento militar para áreas de conflito

Escrito por
Thiago Freire
November 16, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Os estivadores do porto de Barcelona, na Espanha, se recusaram a transportar armas para Israel e Ucrânia. A Organização de Estivadores Portuários de Barcelona (OEPB) tomou essa decisão após uma assembleia soberana, destacando a preocupação com as contínuas violações dos direitos humanos em regiões como a Palestina.

Além de se negarem a serem cúmplices na transferência de armas, os estivadores exigem urgentemente a proteção da população civil em áreas de conflito. O comunicado da OEPB denuncia a postura permissiva de alguns países, incluindo os Estados Unidos, que assinaram a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A atitude da ONU também foi questionada no comunicado da organização, apontando para sua atuação recuada e ineficiente diante do conflito. Os estivadores pedem que a ONU retome seu papel fundamental na manutenção da paz e segurança, proteção dos direitos humanos e ações contra mudanças climáticas, destacando a necessidade de cumprir as funções para as quais foi fundada.

Os trabalhadores manifestam apoio à busca por soluções pacíficas e clamam por um cessar-fogo imediato. O aumento significativo nas remessas de carga para a região de Gaza é observado pelos estivadores, que expressam preocupação com a aceleração desses envios.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas