Matérias
Segurança

Disparo no prédio da Justiça Federal partiu de PM, diz PF

O disparo não teve intenção de agredir servidores da Justiça Federal, afirma a Polícia

Escrito por
Lucas Albarado
November 27, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Em Manaus, um disparo de arma de fogo atingiu a sala de assessoria de um juiz federal, em 27 maio deste ano, e a Polícia Federal (PF) concluiu que o projétil veio de um Policial Militar, que fazia a guarda do prédio do Ministério Público. 

Os edifícios ficam próximos, localizados na avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul. 

Após o episódio, um inquérito foi aberto pela PF para investigar a autoria do possível crime. Como conclusão, os agentes federais informaram que se tratou de uma bala perdida, e que não tinha objetivo de ferir um servidor da Justiça Federal.

Entenda o caso

Na madrugada do dia 27, um Policial Militar fazia a guarda do Ministério Público, quando percebeu um homem saltando a grade para roubar fios de cobre de um ar-condicionado, e efetuou cinco disparos para afastar o criminoso. 

Conforme o relatório da PF, um dos disparos ricocheteou na rampa do MP, desviando a trajetória até a sala de assessoria, quebrando o vidro, ultrapassando uma parede drywall e parando apenas em uma segunda parede.

Os fatos foram confirmados por câmeras de segurança e equipamentos de precisão, que mediram a trajetória da munição.  

Sendo assim, os agentes concluíram as investigações e remeteram ao MP-AM e Polícia Militar do Amazonas, por classificarem como “crime militar, por ter ocorrido em situação de serviço”.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas