Matérias
Economia

Desenrola: renegociação de dívidas amplia para até R$ 20 mil

Nova fase da Faixa 1 do programa possibilita a renegociação de débitos de até R$ 20 mil para devedores com renda de até dois salários mínimos

Escrito por
Thiago Freire
November 20, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

A partir desta segunda-feira (20), o Programa Desenrola Brasil entra em uma nova fase, ampliando as possibilidades de renegociação para devedores da Faixa 1. Destinada à renegociação de dívidas de até dois salários mínimos ou inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), a Faixa 1 passa a abranger débitos de até R$ 20 mil.

Os devedores, que se enquadram nessa faixa, terão até 30 de dezembro para refinanciar débitos que variam de R$ 5.000,01 a R$ 20 mil. Após esse prazo, os descontos serão mantidos, mas a quitação só será possível à vista. A Faixa 1 engloba dívidas bancárias, como cartão de crédito, e contas atrasadas de outros setores, como energia, água e comércio varejista.

A plataforma de renegociação, disponível em www.desenrola.gov.br, permite que o consumidor escolha uma instituição financeira ou empresa inscrita no programa para realizar a renegociação. Os débitos são listados por ordem de desconto, e o consumidor pode parcelar o valor em até 60 meses, com juros de 1,99% ao mês.

Para incentivar as renegociações, o governo federal promoverá o "Dia D – Mutirão Desenrola" na quarta-feira (22), contando com a participação de organizações da sociedade civil, bancos e outros credores. Os bancos aumentarão os horários de atendimento de parte de suas agências neste dia.

A primeira etapa do Desenrola, iniciada em julho e destinada à Faixa 2, já renegociou R$ 15,8 bilhões de 2,22 milhões de contratos até o final de setembro. A ampliação para a Faixa 1 busca abranger um maior número de devedores, proporcionando oportunidades para regularização financeira.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas