Matérias
Meio Ambiente

Cientistas brasileiros identificam leptospirose em golfinhos no Brasil

O estudo foi realizado em mais de 140 animais, com pelo menos 35 casos confirmados

Escrito por
Lucas Albarado
November 27, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Cientistas brasileiros, de diferentes centros de pesquisa, identificaram a presença da bactéria Leptospira SP em golfinhos marinhos e lobos-marinhos da costa do país. 

Foi constatada a presença maior da bactéria em espécies que vivem mais perto do litoral, comparado aos indivíduos que vivem no oceano aberto. 

Nas espécies costeiras 25%, o patógeno foi encontrado em 17 dos 68 animais estudados. Por outro lado, nas espécies oceânicas a taxa foi de 7,5%, sendo encontrada em 4 dos 53 analisados.

A bactéria é responsável pela leptospirose, que matou 2,8 mil brasileiros nos últimos dez anos. 

Para a investigação, os cientistas usaram os rins de animais encontrados mortos. Foram cerca de 142 golfinhos e lobos-marinhos das espécies: Stenella Clymene, Sotalia Guianensis, Pontoporia Blainvillei, Steno Bredanensis , Tursiops Truncatus, Arctocephalus Australis e A. Tropicalis.

Entre os 47 lobos-marinhos estudados, a Leptospira SP foi encontrada em 15 indivíduos.  Ela foi identificada mais em animais que habitam áreas com maior presença humana. 

Os pesquisadores informaram que ainda é preciso aprofundar mais os estudos sobre como a bactéria se comporta no organismo desses animais marinhos, para avaliar se há manifestação clínica da doença nas espécies das águas brasileiras.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas