Matérias
Ciência e Tecnologia

China envia micro-organismo para o espaço em busca de pistas sobre vida em Marte

A experiência na estação espacial chinesa irá expor o micro-organismo a radiações cósmicas

Escrito por
Thiago Freire
January 18, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

Nesta quinta-feira (18), a China lançou um micro-organismo terrestre primitivo para a estação espacial, com o objetivo de estudar sua capacidade de sobrevivência em condições semelhantes às de Marte. Esse micro-organismo, pertencente ao grupo das arqueobactérias, comumente encontrado em ambientes com baixo teor de oxigênio, foi transportado pela nave de carga Tianzhou-7.

A experiência na estação espacial chinesa irá expor o micro-organismo a radiações cósmicas, microgravidade e temperaturas extremas, simulando o ambiente marciano. O professor Liu Zhu, da Universidade de Tsinghua, explicou que a intenção é verificar se esse micro-organismo, uma das formas de vida mais antigas na Terra e produtor de metano, poderia sobreviver em condições similares às de Marte.

A experiência visa oferecer uma nova perspectiva na busca por vida extraterrestre, especialmente em Marte, onde a sonda Curiosity detectou sinais de metano de origem desconhecida.

A arqueobactéria produtora de metano pode ser uma das potenciais formas de vida em Marte ou em outras partes do sistema solar. Liu propôs essa experiência de verificação inversa para testar se o micro-organismo pode adaptar-se e produzir metano em ambiente espacial. 

A estação espacial chinesa Tiangong, ativa por cerca de dez anos, pode tornar-se a única do mundo após a retirada prevista da Estação Espacial Internacional este ano. A China tem alcançado êxitos significativos em seu programa espacial, incluindo a aterrissagem na Lua e a exploração de Marte.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas