Matérias
Ciência e Tecnologia

CEO do Google reconhece impacto negativo em demissões em massa

Ele reconheceu que os executivos poderiam ter agido melhor em alguns casos, apesar de reforçar a necessidade dos cortes

Escrito por
Thiago Freire
December 25, 2023
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria

O CEO do Google, Sundar Pichai, pronunciou-se internamente sobre as recentes demissões em massa na empresa, revelando uma fala durante uma reunião que foi vazada em áudio e divulgada pelo site Business Insider.

Pichai, embora defensor da medida que impactou 12 mil funcionários globalmente, admitiu que a companhia poderia ter lidado melhor com a situação. Em resposta a questionamentos de um funcionário sobre os impactos da decisão, Pichai reconheceu que as demissões tiveram “um impacto grande e evidente na moral” dos colaboradores. Ele destacou que o tema foi discutido com frequência em sessões de feedback e na pesquisa interna anual da empresa, o Googlegeist.

"Isso é difícil para qualquer companhia superar. Na Google, nós não tivemos um momento como esse em nossos 25 anos. (...) Claramente não é o jeito certo de fazer isso. Eu acho que há algo que poderíamos ter feito de um jeito diferente", explicou Pichai.

O CEO reconheceu que os executivos poderiam ter agido melhor em alguns casos, apesar de reforçar a necessidade dos cortes. Uma das falhas mencionadas foi a falta de avisar todos os funcionários simultaneamente, independentemente do fuso horário ou do momento do expediente. Além disso, cortar o acesso dos sistemas aos colaboradores dispensados foi considerado uma decisão difícil.

"Ficou óbvio que, se não agíssemos, teria sido uma decisão ainda pior mais adiante. Seria uma ameaça muito grande para a companhia. Creio que teria sido muito difícil, em um ano como esse e com mudanças tão grandes no mundo, criar a capacidade de investir em certas áreas", justificou.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas