Matérias
Esporte

Brasil conquista quatro ouros no Mundial de Atletismo Paralímpico em Kobe

País ocupa 2º lugar no quadro de medalhas, a 100 dias da Paralimpíada de Paris

Escrito por
Thiago Freire
May 21, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Foto: Takuma Matsushita/CPB

A exatos 100 dias da abertura da Paralimpíada de Paris, o atletismo paralímpico brasileiro brilhou no Mundial em Kobe, Japão. Nesta segunda-feira (20), o Brasil assegurou mais quatro medalhas de ouro, mantendo-se em 2º lugar no quadro de medalhas, atrás apenas da China.

A recordista mundial Beth Gomes conquistou seu tricampeonato no lançamento de disco F53, alcançando a marca de 17,22m. Beth, que detém o recorde mundial de 17,80m obtido nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, celebrou emocionada:

“Esse título significa muito, minha resiliência e minha vontade de viver. Toda vez que acordo, eu sei que a esclerose múltipla não me venceu. Estou muito feliz e gostaria de agradecer a todos que me apoiam”.

Outro tricampeão do dia foi o mineiro Claudiney Batista, que estabeleceu um novo recorde mundial no lançamento de disco F56, com a distância de 45,14m. Claudiney celebrou a conquista, reafirmando sua supremacia na modalidade.

Rayane Santos, maranhense de 27 anos, conquistou seu primeiro título mundial nos 200 metros T13, com um tempo de 24s89, seu melhor índice na temporada. Rayane expressou sua alegria e confiança: “Treinei para isso. Estava fazendo tempos muito fortes nos treinos. Tem adrenalina, ansiedade e pensamentos negativos, mas eu consegui ter controle e vencer a prova”.

O quarto ouro do dia foi para o paulista Júlio Agripino nos 1.500m, com o tempo de 4min02s23. Esta foi a segunda medalha de Agripino no Japão, que já havia conquistado prata nos 5.000m T11 na última sexta (17).

Além dos ouros, Verônica Hipólito, medalhista paralímpica no Rio 2016, garantiu o bronze na prova dos 100m T36 após cinco anos afastada por problemas de saúde. Com um tempo de 13s35, Verônica celebrou: “Tem ouro que é ouro. Mas tem bronze que também é ouro. Tenho certeza de que esse terceiro lugar é muito importante para mim. Para mim, é um ouro”.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas