Matérias
Saúde e Bem Estar

Amazonas recebe 52 profissionais pelo programa Mais Médicos

Médicos intercambistas e brasileiros formados no exterior iniciam treinamento para atuação em 624 cidades

Escrito por
Thiago Freire
March 11, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Foto: Divulgação/Internet

O programa Mais Médicos contará com um reforço significativo em 2024. Mais 1,5 mil profissionais, entre médicos intercambistas e brasileiros formados no exterior, estão sendo incorporados para atuar pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 624 cidades e 15 distritos sanitários indígenas em todas as regiões do país. No Amazonas serão mais 52 profissionais atendendo a população.

Leia Também

Esses profissionais iniciaram na última segunda-feira (4) o primeiro Módulo de Acolhimento e Avaliação (MAAv) de 2024, uma etapa presencial e obrigatória para o início das atividades em saúde. O MAAv desta edição está sendo realizado simultaneamente em Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG), reunindo os selecionados no edital regular, coparticipação, saúde prisional, indígena e equipes do Consultório na Rua.

Mais de 1,5 mil médicos brasileiros com diploma do exterior e 82 estrangeiros participam deste módulo. Após sua conclusão, esses novos profissionais se juntarão aos médicos já em atividade pelo programa.

Em 2023, o Mais Médicos alcançou o número recorde de 28,2 mil vagas preenchidas, beneficiando 86 milhões de brasileiros em 82% do território nacional. Outro marco importante foi o programa ter alcançado 100% dos 34 distritos sanitários especiais indígenas (DSEIs), um avanço significativo diante da desassistência enfrentada por essa população nos últimos anos.

NOVIDADES PARA 2024

O ano de 2024 traz boas novidades para o Mais Médicos. Pela primeira vez, o programa abriu um processo seletivo direcionado ao atendimento de populações em vulnerabilidade, como pessoas privadas de liberdade ou em situação de rua.

Além disso, serão oferecidas formações específicas para médicos intercambistas que irão trabalhar diretamente com grupos que exigem habilidades específicas, como abordagem em situações que envolvem violência, uso abusivo de álcool e outras drogas, infecções sexualmente transmissíveis (IST), saúde mental, entre outras temáticas.

O MAAv é realizado por uma parceria entre os ministérios da Saúde e da Educação, e os profissionais em treinamento cumprem 160 horas de aulas que abordam legislação, atribuições e funcionamento do SUS, protocolos clínicos de atendimento, Código de Ética Médica, além dos protocolos específicos do estado e município onde irão atuar.

O QUE É O MAIS MÉDICOS?

Criado em 2013, o Projeto Mais Médicos é um programa do Governo Federal que leva profissionais médicos a regiões onde há escassez ou ausência deles. O programa também prevê mais investimentos para construção, reforma e ampliação de Unidades Básicas de Saúde (UBS), além de novas vagas de graduação e residência médica, com o propósito de qualificar a formação desses profissionais.

Além disso, o programa Médicos pelo Brasil (MpB), que também faz parte do Mais Médicos, tem o objetivo de estruturar a carreira médica federal para locais com dificuldade de fixar o profissional e com alta vulnerabilidade social. Lançado em 2019, o MpB vai substituir gradativamente o Mais Médicos.

Ambos os programas seguirão vigentes durante a transição para que no decorrer do período de implementação do MpB as equipes de saúde não fiquem sem os profissionais.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas