Matérias
Mundo

Condenado por matar manifestante do Black Lives Matter recebe indulto e está livre

Escrito por
Thiago Freire
May 17, 2024
Leia em
X
min
Compartilhe essa matéria
Foto: Jay Janner / Ap

O governador Greg Abbott, do Texas (EUA), concedeu na quinta-feira (16) indulto a Daniel Perry, condenado em 2023 a 25 anos de prisão pelo assassinato de Garrett Foster, manifestante do movimento “Black Lives Matter” (BLM), em 2020. Além de ser libertado, Perry poderá voltar a possuir armas de fogo.

O INCIDENTE

Em julho de 2020, durante uma manifestação do BLM em Austin, Texas, Garrett Foster, um veterano do exército portando um rifle AK-47, foi morto por Daniel Perry, que dirigia perto do local da manifestação. Testemunhas afirmaram que Foster não levantou sua arma antes de ser baleado, enquanto a defesa de Perry alegou que ele atirou em autodefesa.

JULGAMENTO E INDULTO

Durante o julgamento, promotores exibiram postagens nas redes sociais e mensagens de texto de Perry, sugerindo que ele tinha tendências racistas e poderia cometer violência novamente. Perry não testemunhou em sua defesa. A condenação gerou debates sobre as leis de autodefesa nos EUA, especialmente a doutrina “stand your ground” do Texas, que permite o uso de força letal quando a pessoa se sente ameaçada, sem a obrigação de tentar evitar o confronto.

O indulto foi concedido após recomendação do Comitê de Indultos e Liberdade Condicional do estado, cujos membros são nomeados pelo governo.

REPERCUSSÃO

O promotor Jose Garza criticou a decisão, chamando-a de desrespeito ao sistema legal do Texas. O caso destaca a divisão nos EUA sobre a legislação de autodefesa e os direitos de portar armas.

No items found.
Matérias relacionadas
Matérias relacionadas